Os cartórios são responsáveis pelo registro de informações e confecção de documentos oficiais. Sua função é dar publicidade, atestar autenticidade e garantir a segurança dos atos jurídicos.

Descubra mais informações sobre os cartórios brasileiros neste infográfico!

Quantidade de cartórios no Brasil

Existem mais de 13 mil cartórios no país, divididos em 6 atribuições. Um único cartório pode acumular mais de uma função, especialmente em regiões com menor quantidade de pessoas.

Arrecadação

  • Só no primeiro semestre de 2018, os cartórios arrecadaram mais de 7 bilhões de reais; (Fonte: CNJ)
  • Os cartórios de registro de imóveis são os que mais arrecadam no país. (Fonte: CNJ)

Tipos de cartórios

Para saber qual cartório procurar para um determinado serviço é importante conhecer as divisões por função. A procura pelo cartório deve ser feita de acordo com assunto e tipo de serviço desejado.

Registro Civil

Cuida do registro de nascimentos, casamentos, divórcios e óbitos das pessoas físicas no Brasil.

Tabelião de Notas

Confecciona escrituras públicas de negócios jurídicos como procuração, inventário extrajudicial, usucapião extrajudicial, doação, compra e venda, testamento e união estável.

Registro de Imóveis

Mantém o histórico de informações sobre um imóvel por meio do registro das informações sobre propriedade, características do imóvel e suas alterações nas matrículas de cada um deles.

Protestos

Enviam notificações de cobrança e fazem a anotação das dívidas pendentes nos registros de protestos, que é uma espécie de cadastro de devedores.

Registro Civil de Pessoas

Registram pessoas jurídicas como sociedades civis, religiosas, morais, científicas ou literárias, fundações e associações de utilidade pública. Também realizam as notificações extrajudiciais.

Conhecer melhor os cartórios e os serviços que cada um deles é responsável é uma forma simples de saber qual opção buscar em caso de necessidade. Para se manter atualizado sobre os cartórios, curta a nossa página no Facebook e acompanhe todas as publicações!

Fonte: CNJ http://www.cnj.jus.br/corregedoria/justica_aberta/?

 

Receba conteúdo gratuitamente!